15.4.08

JULIANO MORENO VENCE A 5ª GALPONEIRA DE BAGÉ









Ja era madrugada da segunda-feira, 14 de Abril...
Quando foi anunciado de Bagé para o resto do Rio Grande e do Brasil, o grande vencedor da 5ª Galponeira...

Dentre as 20 concorrentes que foram a palco nas duas noites eliminatórias e posteriormente, as que realizaram a grande final do evento...

Frio de Maio (Letra: Fábio Maciel & Fabrício Marques / Melodia: Juliano Moreno) foi sagrada a grande vencedora do festival.

Juliano interpretou a obra de modo , que o púlico presente, se emocionou com a obra, dando total aval para a decisão do júri, que deu p título do festival para Juliano e ainda, o prêmio de melhor letra para Fábio Maciel & Fabrício Marques...

Após um começo de ano bastante movimentado nos palcos do RS, Juliano consolida o primeiro semestre com participações significativas e marcantes em sua carreira e na história dos festivais em que passa e das comunidades locais que ficam para sempre com os registros e levam consigo nas retinas, as imagens destes grandes artístas doando seus dons nos palcos culturais de um festival...


M Ú S I C O S E M P A L C O
Violão Solo: Márcio Rosado
Violão Solo: Cícero Camargo
Violão Base: Matheus Alves
Violino: Clarissa Figueiró
Gaita Botoneira: Marcelinho Nunes


Juliano , se emocionou com a premiação, com o reconhecimento e mais ainda, com a credibilidade, com o amadurecimento artístico que se consolida, o colocando entre um seleto grupo de artístas mais premiados do estado e assíduo no meio dos festivais do estado ...

Juliano fez questão de registrar depoimento no espaço do blogger, referente aos seus parceiros de composição e palco:

- "Eu gostaria de agradecer ao Fabinho e ao Fabrício, por me darem a honra de musicar o verso deles, que magistralmente rendeu um produto final de grande sensibilidade, e isso só é possível quando a parceria é sincera , verdadeira, feita por parcerios que tenham ''liga'' musical, parceria é isso, e os guris me deram o prazer de poder fazer parte da história de Frio de Maio e assim escrevemos ela na história de Bagé e da Galponeira...
Pra finalizar gostaria muito de agradecer muito, muito mesmo aos músicos maravilhosos, talentosos, que investiram sua sensibilidade e seu carinho, para com a obra, gracias: Cícero ''Mazanza'', Clarissa, Rosado, Marcelinho ''Inseto'' Nunes e ao Mathuesinho Alves, gracias gurizada, "Ganhêmo".

Juliano Moreno, madrugada de 16 de Abril...

4 comentários:

Kijar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nanda amoreno disse...

Lembro até hoje, mano véio, quando te vi a primeira vez...Era o ano de 1982... em meu colo te segurei e já naquele instante me senti muito orgulhosa de ter em meus braços aquela "figurinha" tão frágil e pequenina, porém de grande importãncia em nossas vidas! Foi muito bom... Está sendo muito bom acompanhar passo a passo o teu crescimento e junto com ele o teu sucesso.É uma emoção muito grande quando te vejo cantar, e até quando só te ouço cantar pelo Rio Grande à fora, pois podes acreditar que sempre estarei bem pertinho de ti, torcendo muito pelo teu sucesso e realização em todos os momentos de tua vida.Um grande beijo!!! Te Amo muito...

Maka disse...

Bueno pessoal...Sou da cidade de São Gabriel-RS,aprecio muito o trabalho deste índio véio!!!Sou intérprete juvenil de minha cidade, e gostaria muito de interpretar a música Frio de Maio,mas, não tenho a letra completa dela...Se vocês pudessem me passar, por gentileza!!!Desde já muito obrigado!!!Um grande abraço a todos...

Maka disse...

Já interpretei a música Romance a um Par de Esporas de Mateus Neves da Fontoura.Meu Professor é o Diego Camargo que tocou essa música com ele na vigilia de Cachoeira do Sul.Tirei um 4º Lugar em Rosário do Sul no Pixurum Cultural (20 concorrentes).Um grande abraço a todos!!!